Ratos que riem e as raízes do nosso “senso de brincadeira”.

Vc já se perguntou como se originou nosso senso de diversão? Nossa propensão, e o prazer que sentimos, em brincar? Ou ainda, quando, na evolução, surgiu a maior expressão da diversão, a risada? Caso vc creia que este tipo de tendência mental e característica comportamental surgiu em algum ponto da evolução dos primatas, talvez vc esteja algumas dezenas de milhões de anos errado.

Jaak Panksepp tem trabalhado à décadas com psicologia comparativa e neurobiologia, fundando um campo que ele batizou de neurocência afetiva. Neste vídeo, Panksepp, ilustra e conta um pouco como foi a descoberta da provável antiguidade deste senso de brincadeira e, mesmo, das “riasadas”. Os circuitos atencionais e motivacionais das regiões subcorticais, associados com este tipo de comportamento e emoção, parecem ter uma longa história evolutiva nos mamíferos. Na realidade, talvez tenham raízes ainda mais antigas. Este tipo de investigação é essencial para a compreensão dos processos que ajudaram a esculpir nossas emoções e nossa organização social, revelando as raízes animais de nossa humanidade.

Pansekpp e seus colaboradores foram capazes de induzir um comportamento bastante interessante em ratos de laboratório. Ao virá-los de barriga para cima e acariciá-los de forma vigorosa, porém, delicada, ou seja, ao fazerem cócegas nestes animais, eles passavam a procurar e perseguir as mãos dos pesquisadores, parecendo gostar bastante da experiência, procurando por mais. O mesmo tipo de comportamento é observado em ratos, sobretudo mais jovens, ao “brincarem” uns com os outros. Ao utilizarem um microfone ultrasensível, capaz de detectar freqüências altas, os pesquisadores puderam perceber um padrão de vocalização muito intenso, equivalentes, dado o contexto, às nossas risadas.

_____________________________________________________

  • Panksepp J, Burgdorf J. “Laughing” rats and the evolutionary antecedents of human joy? Physiol Behav. 2003 Aug;79(3):533-47. Review. PubMed PMID: 12954448.

Vc já se perguntou como se originou nosso senso de diversão e brincadeira, e o sua maior expressão, a risada? Caso vc creia que ste tipo de tendência mental e característica comportamental surgiu em algum ponto da evolução dos primatas, talvez vc esteja algumas dezenas de milhões de anos errado. Jaak Panksepp tem trabalhado à décadas com psicologia comparativa e neurobiologia, fundando um campo que ele batizou de neurocência afetiva. Neste vídeo, Panksepp, ilustra e conta um pouco como foi a descoberta da provável antiguidade deste senso de brincadeira e, mesmo, das “riasadas”. Os circuitos atencionais e motivacionais, corticais e límbicos, associados com este tipo de comportamento e emoção, parecem ter uma longa história evolutiva nos mamíferos. Na realidade, talvez tenham raízes ainda mais antigas. Este tipo de investigação é essencial para a compreensão dos processos que ajudaram a esculpir nossas emoções e nossa organização social, revelando a sraízes animais de nossa humanidade.

Panksepp J, Burgdorf J. “Laughing” rats and the evolutionary antecedents of human joy? Physiol Behav. 2003 Aug;79(3):533-47. Review. PubMed PMID: 12954448.

About rodveras

I'm a biologist and science writer who loves philosophy and sciences.
This entry was posted in Ciência. Bookmark the permalink.

6 Responses to Ratos que riem e as raízes do nosso “senso de brincadeira”.

  1. fonjic says:

    Ilmo Sr Blogueiro Vri Brahpudhã Rodvéras,

    Muito interessante esse post, eu tenho um amigo que é especialista nesse lance de prazer com roedores e trocas de carícias.
    Até hoje ouço em minha mente os guinchos abafados: sskkiiiiiiiiiiiiissshhhhh!!!

  2. rodveras says:

    Eu não sei se esse seu amigo dava prazer para os roedores. Me parece que era algo só da parte dele, como consequências nefastas para para os pobres dos bichinhos.
    Skkkkkkkksshhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!

    • fonjic says:

      bah, mas aí seria algo muito doentio, será?
      talvez isso explique porque os roedores fugiram da gaiola e correram em direção à boca do cachorro🙂

  3. Aleph Ozuas says:

    Sr Blogueiro, quando o sr diz “Por que sempre antes de uma vem a outra, não é?” é alguma referência aos filmes que o sr fonjic costuma assistir?

  4. rodveras says:

    Vc diz tipo “Bastardos inglórios” ou “Pulp Fiction”?

    Abraços,

    Sr blogueiro.

  5. Johng599 says:

    Great blog! I am loving it!! Will come back again. I am taking your feeds also babkccgedeca

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s